terça-feira, janeiro 17

Diagnóstico


Trago na ponta do meu lápis o ácido que me corrói o estômago. 
Se o cuspo fora com poucas palavras, carne de minha carne, é porque nada mais me restou que pudesse oferecer.

Nenhum comentário: